Imprimir PDF

Fundação Conrado Wessel

Uma trajetória consistente

A atuação da Fundação Conrado Wessel, em pouco tempo, tornou-se referência de arte, ciência e cultura no Brasil

Orquestra Jazz Sinfônica toca em festa da FCW; escolha dos ganhadores é feita por “colegiado” de alto padrão

fernando silveira Orquestra Jazz Sinfônica toca em festa da FCW; escolha dos ganhadores é feita por “colegiado” de alto padrãofernando silveira

Quando o Prêmio FCW começou a ser atribuído, em 2003, havia uma indagação e desconfiança comum nos meios acadêmicos brasileiros. Diante da constante oscilação nacional no apoio à arte, à ciência e à cultura, a dúvida era saber se uma fundação sem nenhum vínculo mercantil e sem a menor aspiração de retorno financeiro teria realmente condições para manter um bom nível de premiação. O tempo falou por si.

No caso da Fundação Conrado Wessel (FCW), o que parecia extraordinário há cinco anos já não surpreende ninguém. Ao contrário, passou a inspirar, de pronto, segurança e confiabilidade. A FCW é considerada hoje a única entidade privada nacional que apóia de forma consistente, com muitos recursos, o Corpo de Bombeiros, a Fundação Antonio Prudente, o Exército da Salvação, as Aldeias Infantis SOS do Brasil, a Escola Benjamin Constant e as 2.800 famílias que recebem a grande cesta natalina todos os anos. Mas o principal, fora essas doações, é a posição que a tornou, no Brasil, a mais reconhecida entidade particular de apoio à arte, à ciência e à cultura. Nesse aspecto, sua trajetória é singular. Isso ocorreu em apenas cinco anos. Dois fatores fundamentais contribuíram para tal fenômeno – de um lado, o suporte financeiro; de outro, o esteio do mérito na escolha dos nomes a premiar.

O primeiro fator, o embasamento financeiro do alto valor agregado aos prêmios de forma permanente, atual e gradativamente maior, resultou da atual gestão patrimonial imposta ao legado de Conrado Wessel, a partir do exercício de 2002. Entre 1993, ano de sua morte, e 2000, o patrimônio permaneceu sob inventário, num processo longo e sujeito à deterioração. Deve-se à gestão da presente diretoria executiva, apoiada pelo Conselho Curador, a transformação do ativo imobilizado da FCW, sua extraordinária ampliação e dinamização, capaz de gerar anualmente os recursos para premiar as categorias de Fotografia Publicitária, Ensaio Fotográfico, Ciência Geral, Ciência Aplicada (Água, Campo, Meio Ambiente), Medicina e Cultura (Literatura), num montante que é a maior premiação nacional, superior inclusive à grande maioria das premiações internacionais.

O segundo fator, o mérito na escolha, é fruto – no campo da arte – da singular participação de jurados profissionais de tradição na área da fotografia; é fruto – no campo da ciência e da cultura – do vínculo gerado entre a FCW e suas parceiras, desde a primeira concessão dos prêmios, cabendo a elas o julgamento dos candidatos. Em outras palavras, formou-se no Brasil um “colegiado” de altíssimo padrão, reunindo ABC, ABL, Capes, CNPq, CTA, FAPESP e SBPC, responsável por escolher os alvos individuais a quem a fundação, ano a ano, outorga seus grandes prêmios.

No contexto dessa união, surgiu entre a FCW e essas parceiras, individualmente, uma vertente específica de apoio à arte, à ciência e à cultura, que se define de forma concreta nas seguintes ações: com a FAPESP, a edição de outubro da revista Pesquisa FAPESP, à qual se adiciona este suplemento especial, hoje completando cinco edições; com a ABC, o registro da FCW como “associada institucional nº 1 da ABC” e o patrocínio das quatro edições anuais dos Anais da Academia Brasileira de Ciências; com a Capes, a concessão de três bolsas complementares de estudo de pós-doutorado para os Grandes Prêmios Capes de Teses; com o CNPq, o patrocínio do Prêmio Almirante Álvaro Alberto-CNPq/FCW; com a SBPC, a realização patrocinada de três “conferências Wessel”, no encontro anual promovido pela entidade; com a Universidade de Indiana, dos Estados Unidos, a bolsa para talentos musicais. O registro de todas essas atividades ganha público com esta revista e com a edição anual de um livro onde se inserem, além das biografias dos premiados em Ciência e Cultura, todas as cem fotos finalistas do Prêmio FCW de Arte, com destaque para o primeiro e o segundo colocados em Fotografia Publicitária e Ensaio Fotográfico.

O somatório de toda essa atividade é sem dúvida extraordinário. A Fundação Conrado Wessel, passados cinco anos de atividade, se encontra entre os casos raros, pois de pronto inspira confiabilidade pela sua trajetória consistente e pelo empenho em sua missão maior que cristaliza um perfil de ética acima de tudo.

Republicar