Imprimir PDF

Arqueologia

Os primeiros americanos?

Uma caverna submarina no Sul do México guardou por milhares de anos os restos mortais dos que podem ter sido os mais antigos habitantes das Américas. A equipe do arqueólogo Arturo González, diretor do Museu do Deserto, em Santillo, encontrou perto da cidade de Tulum, na península de Yucatán, no mar do Caribe, esqueletos de quatro pessoas que viveram há mais de 11 mil anos. O mais antigo é de uma mulher, a chamada Eva de Naharon, que viveu há 13.600 anos, segundo datação por carbono radiativo. Se a idade estiver correta, ela será a mais antiga habitante das Américas. “Não sabemos como chegaram nem se vieram pelo Atlântico, pela floresta ou pelo interior do continente”, disse González à National Geographic. A análise dos crânios sugere que eram de indivíduos com traços típicos de povos do Sul da Ásia e não do Norte, origem dos primeiros colonizadores, segundo a teoria dominante.

Republicar