Imprimir PDF

Zhong Hua e Liu Tao

Ciência duvidosa

LaurabeatrizUma fraude agitou a comunidade científica chinesa. Editores da revista britânica Acta Crystallographica Section E descobriram que são falsas 70 estruturas de cristais publicadas pelos pesquisadores Zhong Hua e Liu Tao, da Universidade Jing-gangshan, na província de Jiangxi. A falsificação foi flagrada por um software capaz de sinalizar erros ou características químicas incomuns. O programa identificou grande número de estruturas cristalinas que não fazia sentido quimicamente e a verificação indicou que os pesquisadores mudaram um ou mais átomos de um composto existente, apresentando o resultado como novo. Hua e Tao foram demitidos. Universidades chinesas frequentemente oferecem prêmios em dinheiro e auxílios-moradia, entre outras vantagens, para pesquisadores que publicam em revistas de impacto – e a pressão parece estar crescendo. Um estudo da Universidade de Wuhan estima que o mercado da chamada ciência duvidosa, que envolve contratar desde quem escreva um artigo até quem simule pesquisas inexistentes, foi da ordem de US$ 150 milhões em 2009 – cinco vezes o montante de 2007.

Republicar