Imprimir PDF

sob a Amazônia

Círculos perfeitos sob a Amazônia

Sanna SaunaluomaGeoglifos no Acre: bem antes dos europeusSanna Saunaluoma

Sinais do que poderia ter sido uma civilização antiga desconhecida podem estar emergindo no rastro de árvores caídas da Amazônia. Duas centenas de construções geométricas definidas como geoglifos, em forma de quadrados, retângulos e círculos perfeitos, unidos por estradas muradas, vieram à tona em uma região da Floresta Amazônica no estado do Acre, próxima da fronteira do Brasil com a Bolívia. Espalhando-se por 250 quilômetros ao longo do eixo da atual BR 317, essas figuras geométricas escavadas no solo da floresta estão a distâncias variáveis de dois a cinco quilômetros de rios e geralmente próximas a fontes de água fresca. Martti Pärssinen, do Instituto Iberoamericano de Finlândia, na Espanha, Denise Schaan, da Universidade Federal do Pará, e Alceu Ranzi, da Universidade Federal do Acre, os especialistas que apresentaram os geoglifos na revista Antiquity no final de 2009, ainda não sabem se as construções tinham finalidades defensivas ou cerimoniais. Elas indicam que sociedades regionais organizadas e densamente povoadas viveram nessa região entre os anos 1250 e 1378, antes da chegada dos colonizadores europeus, em uma região de ocupação antes considerada improvável.

Republicar