Imprimir PDF

restrições

Tolerância às restrições

pro-test

Protesto a favor da pesquisa com animaispro-test

Após mais de uma década de embates entre pesquisadores e defensores dos direitos dos animais, a União Europeia finalmente desenhou um novo arcabouço legal para regular o uso de animais em pesquisa, a ser votado em julho. Uma série de novas restrições será imposta. Ficam banidas, por exemplo, pesquisas envolven­do grandes primatas ou que causem dor prolongada aos bichos. Mas há salvaguardas previstas, como a possibilidade de apelação a um comitê, que poderá abrir brechas em caso de “urgência clínica”. Apesar das restrições, o texto foi recebido com alívio pela comunidade científica. Ocorre que rascunhos anteriores, inspirados pelo lobby dos defensores dos animais, eram muito mais draconianos, proibindo até mesmo o uso de ovos de galinha, insumo essencial para a fabricação de vacinas.  “Podia ser bem pior. Podemos conviver com isso”, disse à revista Nature Stefan Treue, diretor do Centro Alemão de Primatas, em Göttingen.

Republicar