Imprimir

Livros

Livros apoiados pela FAPESP ganham Prêmio Jabuti

Obras foram contempladas nas áreas de crítica literária, arquitetura e urbanismo, ciências humanas e educação

Livros ganhadores do Prêmio Jabuti contaram com apoio da FAPESP

Imagem: DivulgaçãoLivros vencedores do 55º Prêmio Jabuti receberam apoio da FAPESPImagem: Divulgação

Cinco livros contemplados no Prêmio Jabuti de 2013, nas áreas de crítica literária, arquitetura e urbanismo, ciências humanas e educação, contaram com o apoio da FAPESP na modalidade Auxílio à Pesquisa – Publicações. O resultado foi divulgado na quinta-feira, 17. Fruto da tese de doutorado da arquiteta Lara Leite Barbosa, da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (USP), a obra O design sem fronteiras: a relação entre o nomadismo e a sustentabilidade é uma delas; ficou com a 3º colocação na categoria “Arquitetura e Urbanismo”. Lançado em 2012 pela Edusp – a editora da USP –, o livro busca articular o nomadismo e a sustentabilidade por meio do design, mostrando que ambos os conceitos estão relacionados, e entender como o designer pode incorporar estes princípios em seu trabalho.

Já em Crítica em tempos de violência, de Jaime Ginzburg, 2º lugar na categoria “Teoria e Crítica Literária”, a proposta é contribuir com a narrativa de uma história da literatura brasileira sob a perspectiva da violência, analisando a relação entre literatura, autoritarismo e a própria violência. O livro, resultado de sua tese de livre-docência na Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, é uma edição Edusp/FAPESP e parte da premissa de que a sociedade brasileira foi construída com processos que incluíram episódios de genocídios, massacres, chacinas e políticas repressoras.

Imagem: DivulgaçãoClassificado em 3º lugar na mesma categoria foi A narrativa engenhos de Miguel de Cervantes: estudos cervantinos e a recepção do Quixote no Brasil, de Maria Augusta da Costa Vieira. Publicado pela Edusp/FAPESP, o livro é fruto de sua tese de livre-docência na FFLCH/USP e dedica-se à obra de Cervantes, mais precisamente ao Dom Quixote e a algumas das Novelas Exemplares. O livro é dividido em duas partes: a primeira trata da recepção do Quixote no Brasil, abrangendo a crítica literária e a literatura, enquanto a segunda concentra-se essencialmente na obra de Cervantes.

Além desses, receberam apoio da FAPESP os livros O profeta e o principal: a ação política ameríndia e seus personagens, de Renato Sztutman, 2º lugar na categoria “Ciências Humanas”, e Comunidades de aprendizagem: outra escola é possível, de Roseli Rodrigues de Mello e Fabiana Marini Braga, da Universidade Federal de São Carlos, e Vanessa Gabassa, da Universidade Federal de Goiás (UFG), 2º lugar na categoria “Educação”.

Ao todo, a edição 2013 do Prêmio Jabuti premiou 81 obras, distribuídas em 27 categorias. Os vencedores das categorias “Livro do Ano de Ficção” e “Livro do Ano de Não Ficção”, as mais importantes do prêmio, serão conhecidos no próximo dia 13 de novembro. Confira aqui a lista completa dos vencedores do 55º Prêmio Jabuti.