Imprimir

Livros

Livros apoiados pela FAPESP ganham Prêmio Jabuti

Obras foram contempladas nas áreas de crítica literária, arquitetura e urbanismo, ciências humanas e educação

Livros ganhadores do Prêmio Jabuti contaram com apoio da FAPESP

DivulgaçãoLivros vencedores do 55º Prêmio Jabuti receberam apoio da FAPESPDivulgação

Cinco livros contemplados no Prêmio Jabuti de 2013, nas áreas de crítica literária, arquitetura e urbanismo, ciências humanas e educação, contaram com o apoio da FAPESP na modalidade Auxílio à Pesquisa – Publicações. O resultado foi divulgado na quinta-feira, 17. Fruto da tese de doutorado da arquiteta Lara Leite Barbosa, da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (USP), a obra O design sem fronteiras: a relação entre o nomadismo e a sustentabilidade é uma delas; ficou com a 3º colocação na categoria “Arquitetura e Urbanismo”. Lançado em 2012 pela Edusp – a editora da USP –, o livro busca articular o nomadismo e a sustentabilidade por meio do design, mostrando que ambos os conceitos estão relacionados, e entender como o designer pode incorporar estes princípios em seu trabalho.

Já em Crítica em tempos de violência, de Jaime Ginzburg, 2º lugar na categoria “Teoria e Crítica Literária”, a proposta é contribuir com a narrativa de uma história da literatura brasileira sob a perspectiva da violência, analisando a relação entre literatura, autoritarismo e a própria violência. O livro, resultado de sua tese de livre-docência na Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, é uma edição Edusp/FAPESP e parte da premissa de que a sociedade brasileira foi construída com processos que incluíram episódios de genocídios, massacres, chacinas e políticas repressoras.

DivulgaçãoClassificado em 3º lugar na mesma categoria foi A narrativa engenhos de Miguel de Cervantes: estudos cervantinos e a recepção do Quixote no Brasil, de Maria Augusta da Costa Vieira. Publicado pela Edusp/FAPESP, o livro é fruto de sua tese de livre-docência na FFLCH/USP e dedica-se à obra de Cervantes, mais precisamente ao Dom Quixote e a algumas das Novelas Exemplares. O livro é dividido em duas partes: a primeira trata da recepção do Quixote no Brasil, abrangendo a crítica literária e a literatura, enquanto a segunda concentra-se essencialmente na obra de Cervantes.

Além desses, receberam apoio da FAPESP os livros O profeta e o principal: a ação política ameríndia e seus personagens, de Renato Sztutman, 2º lugar na categoria “Ciências Humanas”, e Comunidades de aprendizagem: outra escola é possível, de Roseli Rodrigues de Mello e Fabiana Marini Braga, da Universidade Federal de São Carlos, e Vanessa Gabassa, da Universidade Federal de Goiás (UFG), 2º lugar na categoria “Educação”.

Ao todo, a edição 2013 do Prêmio Jabuti premiou 81 obras, distribuídas em 27 categorias. Os vencedores das categorias “Livro do Ano de Ficção” e “Livro do Ano de Não Ficção”, as mais importantes do prêmio, serão conhecidos no próximo dia 13 de novembro. Confira aqui a lista completa dos vencedores do 55º Prêmio Jabuti.