FOTOLAB

Print Friendly

Nobreza no nanomundo

ED. 228 | FEVEREIRO 2015

 

Fotolab_Ouro-nanométricoOuro parece atraente até em escala nanométrica. As nanoplacas (amarelo) e nanopartículas (vermelho) do metal nobre sobre uma placa de silício (azul) foram obtidas por microscopia eletrônica de varredura e coloridas pelos pesquisadores do Grupo para o Avanço no Design de Nanomateriais (GrAND) do Instituto de Química da Universidade de São Paulo (IQ-USP). Nesta imagem, as cores artificialmente introduzidas refletem as variações nas propriedades ópticas do ouro quando este metal se encontra na nanoescala. “Nanomateriais metálicos apresentam propriedades químicas, eletrônicas, magnéticas e ópticas singulares, que possibilitam aplicações em áreas como catálise, eletrônica, armazenamento de informação, medicina e plasmônica”, diz Pedro Camargo, do Departamento de Química Fundamental do IQ-USP.

 Imagem enviada por Pedro Camargo, do IQ-USP 

Se você tiver uma imagem relacionada à sua pesquisa, envie para imagempesquisa@fapesp.br, com resolução de 300 dpi (15 cm de largura) ou com no mínimo 5 MB. Seu trabalho poderá ser selecionado pela revista.


Matérias relacionadas

METROLOGIA
Forma de medir o quilograma será redefinida
ASTROFÍSICA
Ondas gravitacionais confirmam a existência de população de buracos negros
GEOFÍSICA
Caracterização de falhas na crosta elucida tremores sísmicos no Brasil