FOTOLAB

Print Friendly

Purpurina submarina

ED. 232 | JUNHO 2015

 

Fotolab_DSC04164O brilho esverdeado de manchas amarelas em meio a cerca de 600 tipos de bactérias originárias da região antártica chama a atenção. São bactérias do gênero Cellulophaga, encontradas no fundo do oceano em associação com esponjas marinhas e agora cultivadas no laboratório de Valeria de Oliveira, na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). “Segundo as informações disponíveis, a maneira como as bactérias crescem umas por cima das outras produz o reflexo”, explica o biólogo Tiago Rodrigues, que busca moléculas com potencial para uso biotecnológico e analisa a morfologia dos microrganismos do continente gelado.

Foto enviada por Tiago Rodrigues, doutorando do Centro Pluridisciplinar de Pesquisas Químicas, Biológicas e Agrícolas, Unicamp

Se você tiver uma imagem relacionada à sua pesquisa, envie para imagempesquisa@fapesp.br, com resolução de 300 dpi (15 cm de largura) ou com no mínimo 5 MB. Seu trabalho poderá ser selecionado pela revista.


Matérias relacionadas

PESQUISA EMPRESARIAL
Aché firma parcerias para desenvolver novos medicamentos
SISTEMAS DE IDENTIFICAÇÃO
Biometria inclui identificação de voz, rosto e vasos sanguíneos
ECOLOGIA
No Brasil, quase metade das espécies de morcego vive em cidades