ESTRATÉGIAS

Print Friendly

Revolução verde

ED. 237 | NOVEMBRO 2015

 

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) conferiu o prêmio Herói da Revolução Verde Brasileira a 10 pesquisadores. Um deles foi Heitor Cantarella, do Instituto Agronômico de Campinas (IAC), especialista em fertilidade do solo e um dos coordenadores do Programa FAPESP de Pesquisa em Bioenergia (Bioen). Também foram premiados Mauro de Rezende Lopes, da Fundação Getulio Vargas (FGV); Alberto Portugal, pesquisador da Embrapa; Carlos Clemente Cerri, do Centro de Energia Nuclear na Agricultura da Universidade de São Paulo (Cena-USP); Geraldo Sant’Ana de Camargo Barros, da USP; Lourival Carmo Monaco, presidente da Fundecitrus; Luiz Otávio Campos da Silva, da Universidade Federal de Viçosa; Teresa Losada Valle, do IAC; Aroldo Galassini, da cooperativa Coamo; e Ruy de Araújo Caldas, da Universidade Católica de Brasília.


Matérias relacionadas

AMBIENTE
Mata Atlântica volta a crescer no Vale do Paraíba
MARIA DE FÁTIMA ANDRADE
Poluição do ar na cidade de São Paulo diminuiu nos últimos 30 anos
PESQUISA BRASIL
Sapo surdo, qualidade do ar, galhas no pampa gaúcho e acesso aberto