ESTRATÉGIAS

Print Friendly

Revolução verde

ED. 237 | NOVEMBRO 2015

 

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) conferiu o prêmio Herói da Revolução Verde Brasileira a 10 pesquisadores. Um deles foi Heitor Cantarella, do Instituto Agronômico de Campinas (IAC), especialista em fertilidade do solo e um dos coordenadores do Programa FAPESP de Pesquisa em Bioenergia (Bioen). Também foram premiados Mauro de Rezende Lopes, da Fundação Getulio Vargas (FGV); Alberto Portugal, pesquisador da Embrapa; Carlos Clemente Cerri, do Centro de Energia Nuclear na Agricultura da Universidade de São Paulo (Cena-USP); Geraldo Sant’Ana de Camargo Barros, da USP; Lourival Carmo Monaco, presidente da Fundecitrus; Luiz Otávio Campos da Silva, da Universidade Federal de Viçosa; Teresa Losada Valle, do IAC; Aroldo Galassini, da cooperativa Coamo; e Ruy de Araújo Caldas, da Universidade Católica de Brasília.


Matérias relacionadas

MEMÓRIA
Instituto Biológico, 90 anos, consolidou-se como centro de pesquisas
AMBIENTE
Softwares ajudam a monitorar a saúde das árvores das cidades
SISTEMAS AEROESPACIAIS
Etanol é testado para uso em foguetes