FOTOLAB

Print Friendly

O laser de Hórus

ED. 238 | DEZEMBRO 2015

 

Fotolab_horusfapesp1O espalhamento da luz em diferentes tipos de filmes formados pela mistura de água e detergente pode produzir padrões ópticos singulares. Manipulando uma ponteira que emite um laser azul, os físicos Adriana e Alberto Tufaile controlaram o ângulo de incidência da luz sobre pontos distintos de bolhas de sabão e conseguiram sobrepor duas figuras: um conjunto de anéis concêntricos no interior de um halo, denominado tecnicamente círculo parélico. O centro da imagem final lembra o olho de Hórus, um símbolo do antigo Egito que significava poder e proteção. O processo de formação do padrão óptico é explicado pelos pesquisadores em artigo publicado em outubro no site do periódico Physics Letters A.

Imagem enviada por Adriana e Alberto Tufaile, professores da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) da Universidade de São Paulo (USP)

Se você tiver uma imagem relacionada à sua pesquisa, envie para imagempesquisa@fapesp.br, com resolução de 300 dpi (15 cm de largura) ou com no mínimo 5 MB. Seu trabalho poderá ser selecionado pela revista.


Matérias relacionadas

QUÍMICA
Shoyu produzido no Brasil é feito à base de milho
OBITUÁRIO
Paul Singer dedicou-se à compreensão do Brasil e aos trabalhadores
DEBORAH FARIA
Bióloga fala sobre o funcionamento e os efeitos de borda das florestas