FOTOLAB

Print Friendly

Beleza discreta

ED. 246 | AGOSTO 2016

 

Fotolab_246_Site_otimizadaNas profundezas da Lapa do Baixão, uma caverna até recentemente inexplorada no município de Iuiú, sudoeste da Bahia, minúsculos insetos existem longe do olhar alheio. Literalmente, muitos habitantes da escuridão total nem sequer se dão ao trabalho de ter olhos, inúteis por ali. É o caso desta cigarrinha descolorida descoberta em 2013 pelo grupo do Laboratório de Ecologia Subterrânea da Universidade Federal de Lavras (Ufla), bem diferente de seus parentes não cavernícolas, que costumam ter cores e formas extravagantes, com projeções na cabeça e feixes de filamentos na parte traseira do corpo. Batizada com um gênero novo em homenagem à localidade e à falta de visão, Iuiuia caeca foi descrita em junho na revista Deutsche Entomologische Zeitschrift.

Imagem enviada por Rodrigo Lopes Ferreira, professor do Departamento de Biologia da Ufla​.

Se você tiver uma imagem relacionada à sua pesquisa, envie para imagempesquisa@fapesp.br, com resolução de 300 dpi (15 cm de largura) ou com no mínimo 5 MB. Seu trabalho poderá ser selecionado pela revista.


Matérias relacionadas

BIODIVERSIDADE
Estudos mostram que inseticida pode afetar algumas populações de abelhas
L. INTERROGANS
Capivaras estão infectadas por bactérias que causam leptospirose
BIOLOGIA
Estudo indica áreas prioritárias para conservação de mamíferos