Imprimir PDF

Neurociência

Diferenças no DNA de neurônios

Neurônios humanos: partes em vermelho são trechos de DNA

Instituto SalkNeurônios humanos: partes em vermelho são trechos de DNAInstituto Salk

O DNA de cerca de metade dos neurônios saudáveis apresenta grandes inserções ou deleções de trechos em sua sequência. A conclusão se choca com o ensinamento de que todas as células contêm o mesmo material genético e faz parte de um trabalho recente coordenado por pesquisadores do Instituto Salk, da Califórnia (Nature Neuroscience, 12 de setembro). Uma das fontes dessas variações são os chamados L1 ou “genes saltadores”, pequenos trechos de DNA que se replicam e aparecem como cópias de si mesmos ao longo do genoma. Essa característica dos genes saltadores já era conhecida. A novidade é que, além de promoverem inserções, os L1 podem provocar o apagamento de segmentos do genoma. “O estudo revela uma nova variação que nos ajudará a entender o papel dos L1 em cérebros saudáveis e naqueles com autismo e esquizofrenia”, opina Fred Gage, do Instituto Salk. São coautores do artigo os brasileiros Apuã Paquola, do Salk, Francisco Alves, da Universidade de São Paulo (USP), e Alysson Muotri, da Universidade da Califórnia em San Diego.

Republicar