NOTAS

Print Friendly

Diamantes isolam nanofio

ED. 251 | JANEIRO 2017

 

Ilustração mostra o centro do nanofio formado por átomos de cobre e enxofre (em marrom e amarelo), revestido de diamantoides

Ilustração mostra o centro do nanofio formado por átomos de cobre e enxofre (em marrom e amarelo), revestido de diamantoides

Com a ajuda dos menores pedaços possíveis capazes de manter a estrutura do cristal de diamantes, denominados diamantoides, átomos de cobre e de enxofre se encaixam como peças de Lego e geram um nanofio semicondutor com três átomos de espessura. Os diamantoides funcionam como uma rede de gaiolas e isolam os átomos, que formam a parte interna do nanofio. O novo material foi produzido por pesquisadores da Universidade Stanford e do Departamento de Energia dos Estados Unidos (Nature Materials, 26 de dezembro). “Mostramos que podemos fazer fios condutores de energia do menor tamanho possível, que se montam essencialmente sozinhos”, diz Hao Yan, que faz estágio de pós-doutorado em Stanford e é o principal autor do trabalho. “O processo é simples. Os ingredientes são despejados juntos e os resultados aparecem em uma hora e meia. É como se os diamantoides soubessem aonde deveriam ir.”


Matérias relacionadas

RENAN PADOVANI
Startup usa visão computacional para inspecionar peças de automóveis
PESQUISA BRASIL
Cérebro de dinossauro, relógio biológico e Indústria 4.0
ASTRONOMIA
Colisão de estrelas de nêutrons inaugura nova era na astronomia