BOAS PRÁTICAS

Print Friendly

Para ampliar a transparência

ED. 251 | JANEIRO 2017

 

O aperfeiçoamento de ferramentas para promover a integridade na comunicação científica foi um dos temas discutidos na VI Reunião Anual da Scientific Electronic Library OnLine (SciELO), que reuniu editores de periódicos e especialistas do Brasil e do exterior. Uma das novidades do evento, realizado na FAPESP no dia 14 de dezembro, em São Paulo, foi o anúncio de que o conjunto de 285 revistas científicas brasileiras reunidas na biblioteca SciELO adotará, num futuro próximo, novas políticas e procedimentos para garantir a transparência e a integridade na gestão editorial, tais como o uso de ferramentas para detectar plágio e a definição mais clara das responsabilidades de autores segundo práticas de editoras e periódicos internacionais.

“O objetivo é ampliar os esforços para profissionalizar, internacionalizar e dar sustentabilidade às revistas, seguindo práticas editoriais em sintonia com os avanços da comunicação científica internacional”, disse Abel Packer, coordenador-geral da biblioteca. Outra novidade é que os periódicos da SciELO serão indexados no Directory of Open Access Journal (Doaj), que permite alcançar periódicos de acesso aberto em todo o mundo.


Matérias relacionadas

RUI SEABRA FERREIRA JÚNIOR
Brasil se destaca em número de publicações científicas de acesso aberto
GILSON MOREIRA
Larvas induzem planta do Pampa gaúcho a produzir galhas
MARIA DE FÁTIMA ANDRADE
Poluição do ar na cidade de São Paulo diminuiu nos últimos 30 anos