NOTAS

Print Friendly

Sono reforça sistema imunológico

ED. 252 | FEVEREIRO 2017

 

Estudo norte-americano feito com amostras de sangue de 11 pares de gêmeos idênticos que tinham padrões distintos de sono sugere que dormir mais pode ser bom para as defesas do organismo (Sleep, 25 de janeiro). O sistema imunológico do irmão que permanecia mais tempo em vigília encontrava-se deprimido quando comparado com o que dormia mais horas. “Os resultados de nosso trabalho são consistentes com outros estudos mostrando que pessoas privadas de sono produzem menos anticorpos quando recebem uma vacina”, comenta o médico Nathaniel Watson, codiretor do Centro de Medicina do Sono da Universidade de Washington, coordenador da pesquisa. Dados dos Centros de Controle de Doenças (CDC) dos Estados Unidos apontam que, ao longo do século passado, os norte-americanos passaram a dormir entre 1,5 e 2 horas a menos por noite.


Matérias relacionadas

CARREIRAS
Bioquímica desenvolveu dispositivo alternativo para cultivar células
MEMÓRIA
Primeiros asilos para doentes mentais foram construídos no século XIX
FARMÁCIA
Jambu, além da culinária, poderá ter uso na odontologia e como acaricida