NOTAS

Print Friendly

Goldemberg recebe título de Professor Emérito da USP

ED. 253 | MARÇO 2017

 

O físico José Goldemberg com a honraria concebida pela universidade

O físico José Goldemberg com a honraria concebida pela universidade

O físico José Goldemberg, de 88 anos, presidente da FAPESP, recebeu no dia 14 de fevereiro o título de Professor Emérito da Universidade de São Paulo (USP). A honraria foi concedida pelo Conselho Universitário em reconhecimento a suas contribuições para o desenvolvimento da universidade. A cerimônia ocorreu no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, e teve a presença do governador Geraldo Alckmin e do reitor Marco Antônio Zago, entre outras autoridades e lideranças acadêmicas. Este é o 17º título de Professor Emérito concedido pela universidade em seus 83 anos de história. Goldemberg já era Professor Emérito do Instituto de Física (IF-USP) e do Instituto de Energia e Ambiente (IEE-USP). “Goldemberg é um cientista com uma ampla visão social da ciência, promovendo essa visão em todas as instituições pelas quais passou”, disse o reitor Zago durante seu discurso em homenagem ao físico. Reitor da USP entre 1986 e 1990, Goldemberg teve papel importante na conquista da autonomia das três universidades paulistas ao negociar com o governo estadual, em 1988, uma proposta de fixação de uma fração do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para as instituições. A negociação ocorreu juntamente com Paulo Renato Souza e Jorge Nagle, à época reitores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e da Universidade Estadual Paulista (Unesp), respectivamente. “Devo à USP minha formação e como reitor da universidade tentei contribuir para o reerguimento da instituição, afetada pelo período da ditadura militar, de 1964 a 1985”, afirmou Goldemberg.


Matérias relacionadas

HOMENAGEM
Celso Lafer recebe o título de professor emérito da USP
RECONHECIMENTO
Brito Cruz recebe Ordem do Império Britânico
JOSÉ GOLDEMBERG
Físico é nomeado presidente da FAPESP