Pesquisa Brasil

Paleotocas, ciberarqueologia, roedores e transtornos psiquiátricos

O paleontólogo, oceanógrafo e professor na Unesp Francisco Buchmann, fala sobre o Vale dos Gigantes, um trecho de 250 metros de extensão do rio Esmeril, no norte de Minas Gerais, que esconde seis grandes grutas possivelmente escavadas por preguiças terrícolas e tatus gigantes, mamíferos extintos há 10 mil anos.

O engenheiro Marcelo Zuffo (foto), coordenador do Centro Interdisciplinar em Tecnologias interativas (Citi), núcleo de apoio à pesquisa da Escola Politécnica da USP, explica como funciona e quais as aplicações da ciberarqueologia, a interação entre computação e arqueologia que tem criado novas perspectivas para a pesquisa científica.

O zoólogo Yuri Leite, professor da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), comenta uma extensa análise genética que revelou parentescos inusitados na diversificação de uma família de roedores bastante comum no Brasil.

Ainda nesta edição a química Ljubica Tasic, professora do Instituto de Química da Unicamp, fala sobre a tentativa de criar um exame sanguíneo para auxiliar no diagnóstico distúrbio psiquiátricos graves, como esquizofrenia e transtorno bipolar.

Paleotocas, ciberarqueologia, parentesco entre roedores e testes laboratoriais para o diagnóstico de transtornos psiquiátricos
     

Programação musical
O pulso – Os titãs
Assim falou Zarathustra – Richard Strass
O tempo não para – Cazuza

Apresentação: Fabrício Marques
Produção e roteiro: Sarah Caravieri
Gravação e montagem: Dagoberto Alves (Rádio USP)

Pesquisa Brasil vai ao ar todas as sextas-feiras às 13:00, pela Rádio USP.

Assine Pesquisa Brasil como podcast!

Baixar o MP3