NOTAS

Print Friendly

Uma proposta esmagadora para explicar o Universo

ED. 253 | MARÇO 2017

 

Modelo Smash propõe seis novas partículas, além das 17 já conhecidas

Modelo Smash propõe seis novas partículas, além das 17 já conhecidas

As grandes questões em aberto sobre o Universo poderão ser resolvidas caso seja comprovada a existência de mais seis partículas elementares, além das 17 descritas pelo modelo-padrão da física. Essa é a conclusão de um grupo de físicos teóricos liderados por Guillermo Ballesteros, do CNRS, na França (Physical Review Letters, 15 de fevereiro). Eles propõem um novo modelo para a física de partículas, o Smash, trocadilho para o verbo esmagar em inglês, que significa Standard Model Axion See-saw Higgs portal inflation. Segundo o trabalho, a existência de três novos tipos de neutrinos ultrapesados poderia explicar por que há mais matéria do que antimatéria e a descoberta de um tipo de partícula 10 bilhões de vezes mais leve que o elétron, o áxion, justificaria o conceito de matéria escura. O Smash também propõe um quark extra, além dos seis do modelo-padrão, para confirmar propriedades fundamentais da força que mantém essas partículas unidas dentro de prótons e nêutrons. Por fim, o modelo postula que a interação entre o bóson de Higgs e uma nova partícula chamada de rho seria a causa da inflação cósmica, um brevíssimo período de rápida expansão do Universo logo após o Big Bang.


Matérias relacionadas

CAPA
Astrônomos detectam colisão de estrelas de nêutrons, que emite ondas...
CAROLA CHINELLATO
Estudo indica com maior precisão a origem dos raios cósmicos
PESQUISA BRASIL
Insetos sociais, raios cósmicos, animais na pista, e menos água no arroz