NOTAS

Print Friendly

Uma proposta esmagadora para explicar o Universo

ED. 253 | MARÇO 2017

 

Modelo Smash propõe seis novas partículas, além das 17 já conhecidas

Modelo Smash propõe seis novas partículas, além das 17 já conhecidas

As grandes questões em aberto sobre o Universo poderão ser resolvidas caso seja comprovada a existência de mais seis partículas elementares, além das 17 descritas pelo modelo-padrão da física. Essa é a conclusão de um grupo de físicos teóricos liderados por Guillermo Ballesteros, do CNRS, na França (Physical Review Letters, 15 de fevereiro). Eles propõem um novo modelo para a física de partículas, o Smash, trocadilho para o verbo esmagar em inglês, que significa Standard Model Axion See-saw Higgs portal inflation. Segundo o trabalho, a existência de três novos tipos de neutrinos ultrapesados poderia explicar por que há mais matéria do que antimatéria e a descoberta de um tipo de partícula 10 bilhões de vezes mais leve que o elétron, o áxion, justificaria o conceito de matéria escura. O Smash também propõe um quark extra, além dos seis do modelo-padrão, para confirmar propriedades fundamentais da força que mantém essas partículas unidas dentro de prótons e nêutrons. Por fim, o modelo postula que a interação entre o bóson de Higgs e uma nova partícula chamada de rho seria a causa da inflação cósmica, um brevíssimo período de rápida expansão do Universo logo após o Big Bang.


Matérias relacionadas

FÍSICA
Experimento reproduz fenômenos que ocorrem na vizinhança de buracos negros
LABOCINE
Mostra internacional escolhe vídeo de Pesquisa FAPESP
FÍSICA
Filme de cristal líquido fotossensível se movimenta quando iluminado