Mapa da ciência, fungo e sapos, apoio à pesquisa e escravidão | 28.04.2017

 

O biólogo Marcos Buckeridge, professor do Instituto de Biociências da USP e presidente da Academia de Ciências do Estado de São Paulo, fala sobre o Mapa da Ciência de São Paulo, que mostra a concentração dos pesquisadores em cada uma das 15 regiões administrativas do território paulista, de acordo com a área do conhecimento e também o tamanho e o impacto de sua produção científica.

Uma grande mortandade de sapos ocorreu em algumas regiões do Brasil nos anos 1980, sem que se descobrisse o motivo. Quase 40 anos depois, um trio de pesquisadores apontou um fungo como o causador das mortes, em um artigo publicado em fevereiro na revista Proceedings of the Royal Society B. O biólogo Luis Felipe Toledo, professor da Unicamp e um dos autores do estudo, conta essa história.

O geneticista Hugo Aguilaniu, do Laboratório de Genética do Envelhecimento da Escola Normal Superior de Lyon, na França, e que foi escolhido diretor-presidente do Instituto Serrapilheira explica como funcionará a instituição privada dedicada a apoiar pesquisas em ciências da vida, ciências físicas, engenharias e matemática, lançada em março no Rio de Janeiro pelo documentarista João Moreira Salles e sua mulher, a linguista Branca Moreira Salles.

A abolição da escravidão só aconteceu em 1888, mas após a Lei do Ventre Livre, em 1871, os escravos passaram a ter o direito de comprar sua liberdade. A partir de então, as mulheres escravas passaram a usar algumas estratégias que as tornavam mais bem-sucedidas que os homens na busca pelo direito à liberdade, embora enfrentassem outros obstáculos depois de livres. A historiadora Lúcia Helena Oliveira Silva, professora da Faculdade de Ciências e Letras da Unesp, explica essas questões.

Revista Pesquisa FAPESP
Mapa da ciência, fungo e sapos, apoio à pesquisa e escravidão

Programação musical
Rita Lee – Tititi
Beethoven – 4º movimento da Sifonia n.5
Eddie Vedder – Society
Cassia Eller  – Segundo Sol
Clara Nunes – Coisa da antiga

Apresentação: Fabrício Marques
Produção e roteiro: Sarah Caravieri
Gravação e montagem: Dagoberto Alves (Rádio USP)

Pesquisa Brasil vai ao ar todas as sextas-feiras às 13:00, pela Rádio USP.

Assine Pesquisa Brasil como podcast!

Baixar o MP3

podcast
 21/07/2017
Soluções microscópicas, Instituto Biológico e novo satélite de comunicações
 14/07/2017
Zika monitorado, tremores no Brasil e recuperação do cerrado
 07/07/2017
Monitoramento de árvores, combustível espacial e óxido de grafeno
 30/06/2017
Quilograma, organizações feministas e horror brasileiro
 23/06/2017
Bororo, olfato, buracos negros e efeito Unruh
 09/06/2017
Morcegos, poluição luminosa e batata em cachos
 02/06/2017
Biodiversidade, dinossauros, fósseis e biometria
 26/05/2017
Humanidades digitais, Paulicéia 2.0, blecautes e Kepler-186
 19/05/2017
Fotografia onipresente, gene do gado e João Antônio
 12/05/2017
Greening, preprint, chip e bioluminescência
 05/05/2017
Cultura 3D de células, envelhecimento e veneno da lagarta
 14/04/2017
Barroco paulista, biópsia líquida, febre amarela e barco autônomo
 07/04/2017
Caça, livro infantil, mulheres na filosofia e laser aleatório
 31/03/2017
Ancestrais dos Jê, vírus zika no cérebro e obesidade em ratos
 24/03/2017
Judicialização da saúde, zooxantelas e avaliação de docentes
Anteriores