Imprimir

Pesquisa Brasil

Biodiversidade paulistana, árvore genealógica dos dinossauros, fósseis preservados e biometria em recém-nascidos

Um inventário do Departamento de Parques e Áreas Verdes (Depave) da Prefeitura de São Paulo registrou espécies de animais e plantas silvestres que habitam áreas verdes da cidade. A bióloga Anelisa Magalhães (foto) fala sobre a importância de compilar a biodiversidade para um diagnóstico ambiental.

O paleontólogo Max Langer, professor do Departamento de Biologia da FFCLRP-USP e especialista na origem e diversificação dos dinossauros, comenta uma proposta que altera a genealogia das principais linhagens de dinossauros e tem dividido especialistas.

Estudo sugere que tecidos moles de animais pré-históricos são preservados pelo mecanismo de respiração de bactérias decompositoras. Gabriel Osés, autor da pesquisa, fala sobre o trabalho e a importância da análise microscópica dos processos de preservação dos fósseis.

Alexandre Creto, gerente de produto da Griaule, explica as vantagens do uso de sistemas biométricos na identificação de pessoas e comenta o desenvolvimento de uma tecnologia capaz de registrar recém-nascidos, ajudando a aumentar o controle e a segurança em maternidades.

Biodiversidade paulistana, dinossauros, fósseis e biometria em recém-nascidos
     

Programação musical:
Caetano Veloso – Luz do Sol
Chico Buarque – Passaredo
Genesis – Firth of fifth
Raul Seixas – Mata Virgem
Gonzaguinha – O que é o que é

Apresentação: Fabrício Marques
Produção e roteiro: Sarah Caravieri
Participação: Bruno de Pierro
Gravação e montagem: Dagoberto Alves (Rádio USP)

Assine Pesquisa Brasil como podcast!

Baixar o MP3

Pesquisa Brasil vai ao ar todas as sextas-feiras às 13:00 e sábados às 18h, pela Rádio USP