Quilograma, organizações feministas e horror brasileiro | 30.06.2017

 

A partir de 2018, o quilograma deve deixar de ser representado pelo cilindro metálico usado desde 1889, e passar a ser medido por uma das constantes fundamentais da física. Vanderlei Bagnato, professor do Instituto de Física de São Carlos da USP, explica por que a forma de medir o quilograma será mudada.

Lúcia Avelar, do Centro de Estudos de Opinião Pública da Unicamp e uma das organizadoras do livro 50 anos de feminismo: Argentina, Brasil e Chile, fala sobre como as organizações feministas contribuíram para o avanço de direitos das mulheres em diferentes momentos da história.

Laura Cánepa (foto), coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Anhembi-Morumbi e autora da tese “Medo de quê: Uma história dos filmes de horror no cinema brasileiro”, resgata a trajetória dos filmes de horror brasileiros e comenta a importância do personagem Zé do Caixão, criado em 1967, para o cinema nacional.

Revista Pesquisa FAPESP
Quilograma, organizações feministas e horror brasileiro

Programação musical:
Clara Nunes – O mar serenou
Os paralamas do sucesso – Carro velho
Elis Regina – Como nossos pais
Conde e Drácula – O corvo

Apresentação: Fabrício Marques
Produção e roteiro: Sarah Caravieri
Participação: Carlos Fioravanti
Gravação e montagem: Dagoberto Alves (Rádio USP)

Assine Pesquisa Brasil como podcast!

Baixar o MP3

Pesquisa Brasil vai ao ar todas as sextas-feiras às 13:00 e sábados às 18h, pela Rádio USP

podcast
 28/07/2017
Crescer com Down, astrofísica na banheira e cogumelo mais antigo do mundo
 21/07/2017
Soluções microscópicas, Instituto Biológico e novo satélite de comunicações
 14/07/2017
Zika monitorado, tremores no Brasil e recuperação do cerrado
 07/07/2017
Monitoramento de árvores, combustível espacial e óxido de grafeno
 23/06/2017
Bororo, olfato, buracos negros e efeito Unruh
 09/06/2017
Morcegos, poluição luminosa e batata em cachos
 02/06/2017
Biodiversidade, dinossauros, fósseis e biometria
 26/05/2017
Humanidades digitais, Paulicéia 2.0, blecautes e Kepler-186
 19/05/2017
Fotografia onipresente, gene do gado e João Antônio
 12/05/2017
Greening, preprint, chip e bioluminescência
 05/05/2017
Cultura 3D de células, envelhecimento e veneno da lagarta
 28/04/2017
Mapa da ciência, fungo e sapos, apoio à pesquisa e escravidão
 14/04/2017
Barroco paulista, biópsia líquida, febre amarela e barco autônomo
 07/04/2017
Caça, livro infantil, mulheres na filosofia e laser aleatório
 31/03/2017
Ancestrais dos Jê, vírus zika no cérebro e obesidade em ratos
Anteriores