FOTOLAB

Print Friendly

No aconchego do lar

ED. 257 | JULHO 2017

 

De sentinela na entrada de suas tocas, que lhes servem de moradia por anos, as aranhas do gênero Stenoterommata, parentes das caranguejeiras, não são restritivas quanto às presas. Até sapos são capturados: basta que não sejam maiores do que elas. O biólogo Rafael Indicatti percorreu o estado de Santa Catarina em busca dessas aranhas e em abril publicou a descrição de seis espécies na revista Zootaxa. Stenoterommata gugai (à esq.) é de Florianópolis e homenageia o tenista Gustavo Kuerten, o Guga. À porta da toca internamente revestida de seda, S. pavesii (à dir.) de certa maneira faz menção a quem lhe empresta o nome: Mário Pavesi, que abriu as portas de sua pousada, tarde da noite, ao biólogo em viagem de coleta.

Imagens enviadas por Rafael Indicatti, pesquisador do Instituto Butantan

Sua pesquisa rende imagens bonitas? Mande para imagempesquisa@fapesp.br Seu trabalho poderá ser publicado na revista.


Matérias relacionadas

PESQUISA BRASIL
Insetos sociais, raios cósmicos, animais na pista, e menos água no arroz
ECOLOGIA DE ESTRADAS 
Sistema é desenvolvido para diminuir atropelamentos de animais nas rodovias
PALEONTOLOGIA
Reconstituições revelam novas características de dinossauro extinto