NOTAS

Print Friendly

Área urbana abrange menos de 1% do território brasileiro

ED. 261 | NOVEMBRO 2017

 

O exame minucioso de milhares de fotos de satélites mostrou que a área das cidades representa 0,63% do território nacional, ou 54.077 quilômetros quadrados (km2), pouco mais do que a extensão do estado do Rio Grande do Norte. O município mais urbanizado é São Paulo, seguido do Rio de Janeiro e de Brasília (ver quadro ao lado). Segundo o estudo, feito ao longo de três anos e coordenado pelo geógrafo André Rodrigo Farias, da Embrapa Gestão Territorial, de Campinas (SP), cerca de 175 milhões de pessoas, ou 84% da população brasileira, vivem em cidades. A extensão agora contabilizada é menor do que a encontrada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2010 no censo demográfico (104.515 km2, equivalentes a 1,2% do território nacional). A diferença se deve a questões metodológicas. O IBGE considera como área urbana o perímetro delimitado por lei municipal. No estudo da Embrapa, os pesquisadores usam como definição de cidade os trechos que de fato aparecem como zona urbana, com edificações, nas imagens de satélite de alta resolução. Assim, eles eliminam segmentos sem construções que, no entanto, figuram como áreas do perímetro urbano municipal. O mapeamento do território das cidades é importante para subsidiar políticas públicas e mostrar os limites da expansão agrícola.


Matérias relacionadas

ARTE
Conheça os ensaios fotográficos dos premiados na categoria Arte
JOSÉ MARCOS PINTO DA CUNHA
Cidades de Campinas se unem para resolver problemas em comum
PESQUISA BRASIL
Zika, cidades unidas e assinaturas duplicadas