BOAS PRÁTICAS

Print Friendly

Retratação demorada

ED. 261 | NOVEMBRO 2017

 

A revista Science anunciou a retratação de um artigo publicado em 2014 pelo grupo do imunologista norte-americano Bruce Beutler, vencedor do Nobel de Medicina ou Fisiologia em 2011. A novidade do paper eram as evidências de que elementos semelhantes a vírus presentes no genoma humano desempenham um papel na resposta do sistema imunológico a patógenos. Pesquisador do Scripps Research Institute em La Jolla, Califórnia, Beutler pedira a retratação em janeiro após tentativas fracassadas de repetir os resultados. Mas o primeiro autor, o estagiário de pós-doutorado da Universidade do Texas Ming Zeng, sustentava que seus dados eram robustos. A Science decidiu aguardar mais uma tentativa de reproduzir os achados. Como os resultados foram inconclusivos, optou pela retratação. “Se soubéssemos que isso ia levar tanto tempo, poderíamos ter publicado antes uma expressão de preocupação”, disse ao site Retraction Watch o editor-chefe da Science, Jeremy Berg, referindo-se ao expediente usado para sinalizar que há dúvidas sobre resultados de um artigo. O paper havia recebido 50 citações, segundo a base Web of Science, sendo oito registradas depois de janeiro, quando Beutler pediu a retratação pela primeira vez.


Matérias relacionadas

PESQUISA BRASIL
Barroco paulista, carros elétricos, envelhecimento, e caquexia
SAÚDE
Inflamação diminui conexões de neurônios de crianças com o transtorno
Folheie a edição 263