Imprimir

prêmio Sackler

Físico da Unesp recebe prêmio internacional

Honraria recompensa Pedro Vieira por pesquisa inovadora em teoria quântica de campos

Imagem: Gabriela Secara / Perimeter Institute O físico Pedro Vieira, um dos agraciados com o prêmio Sackler de 2018Imagem: Gabriela Secara / Perimeter Institute

O físico português Pedro Vieira, professor do Instituto de Física Teórica (IFT) da Universidade Estadual Paulista (Unesp), é um dos dois laureados na edição de 2018 do Prêmio Internacional Raymond e Beverly Sackler. Oferecido pela Universidade de Tel Aviv, em Israel, e pela fundação criada pelo médico norte-americano Raymond Sackler, fundador da empresa farmacêutica Purdue Pharma, a premiação homenageia, em anos alternados, jovens pesquisadores da química e da física que realizaram contribuições excepcionais e fundamentais em sua área de atuação. Neste ano, o prêmio recompensou novos desenvolvimentos e aplicações em teoria quântica de campos, área da física que tenta unir a mecânica quântica com a teoria da relatividade especial, formulada por Einstein.

Hoje com 35 anos, Vieira graduou-se em física pela Universidade do Porto em 2004 e fez mestrado e doutorado na Escola Normal Superior de Paris. Especialista em teoria de cordas e teoria quântica de campos, o físico português está no Brasil há cinco anos e coordena a colaboração do Centro Internacional de Física Teórica (ICTP) do Instituto Sul-americano para Pesquisa Fundamental (Saifr), na Unesp, com o Perimeter Institute for Theoretical Physics, no Canadá, um dos centros de física teórica mais avançado do mundo, onde é professor desde 2009. Além de desenvolver sua própria pesquisa, Vieira realiza no ICTP-Saifr eventos para alunos de graduação e minicursos e oficinas para alunos e professores do ensino médio.

Vieira já havia recebido em 2015 a Medalha Gribov, concedida pela Sociedade Europeia de Física, por seus trabalhos teóricos. Agora, foi agraciado com o prêmio Sackler por ter desenvolvido ferramentas teóricas inovadoras que, no futuro, podem ser úteis para ajudar a compreender como as partículas mais elementares da natureza – os quarks – se unem para formar o próton, a partícula com carga elétrica positiva que compõe o núcleo dos átomos.

“Contratamos Pedro pouco após a conclusão do doutorado por ele se mostrar uma promessa excepcional. Ele mais do que cumpriu isso ao abordar e resolver alguns dos problemas mais difíceis da física matemática, que envolvem teorias quânticas de campo em quatro dimensões de complexidade técnica assustadora”, disse Neil Turok, diretor do Perimeter em uma notícia sobre a premiação publicada no site do instituto canadense. “Além de virtuoso do ponto de vista científico Pedro é um indivíduo altamente positivo que está fazendo uma grande diferença na disseminação da educação e da ciência na América do Sul”, concluiu Turok.

O prêmio Sackler será entregue em 13 de março de 2018 em uma cerimônia na Universidade de Tel Aviv. Vieira compartilhará o valor de US$ 100 mil com o físico Zohar Komargodski, professor do Instituto Weizmann, em Israel, e do Centro Simons para Geometria e Física, nos Estados Unidos.