CARTAS

Print Friendly

Cartas | 263

ED. 263 | JANEIRO 2018

 

Cidades doentes
Ótima a reportagem de capa “Para tirar as cidades do pronto-socorro” (edição 262). É preciso pensar mais seriamente na integração das políticas urbanas, principalmente as de mobilidade e saúde.

Eduardo Nilsson
**
Ondas de calor
Muito boa a reportagem analisando ondas de calor em São Paulo, Rio, Manaus e em outras cidades (“Ondas de calor: mais intensas, longas e frequentes”, edição 262). Em um estudo comparativo entre seis capitais brasileiras, entre 1961 e 2014, Brasília foi a cidade que apresentou ondas de calor mais longas, com 20,5 dias de duração a cada ano, quase o triplo da cidade do Rio de Janeiro. Manaus lidera em número de dias com ondas de calor, 39 por ano. Regiões do Oriente Médio estão tendo ondas de calor de 54 a 57 graus Celsius. Preparem-se…

Paulo Artaxo
**
Razão
Michael Shermer sempre direto ao ponto, e sempre brilhante (“A favor da razão”, edição 261).

Natalia Pasternak Taschner
**
Resultados negativos
Interessante a nota “Um prêmio para estudos que deram errado” (edição 261). É preciso entender que um negativo da hipótese também é um resultado. Isso é ciência.

Eros Frederico
**
Quase sempre aprendemos mais com os resultados negativos…

Tomaz Puga Leivas
**
Editoras científicas
A reportagem “Barulho na biblioteca” (edição 261) indica um passo na direção correta contra a mercantilização da ciência.

Eduardo Barreto Aguiar
**
Se a pesquisa teve fomento governamental, nada mais justo que seus resultados sejam partilhados e se tornem públicos, com acesso irrestrito.

Priscilla Caroliny de Oliveira
**
Emissão na Amazônia
Que incrível, chaminés de metano na floresta (“Amazônia é uma das principais fontes emissoras de metano do mundo”, edição on-line). Pensava que era o metabolismo delas, mas isso não fazia sentido. São bactérias metanogênicas nos pantanais. Que pesquisa maravilhosa!

Luiz Eduardo Anelli
**
Vídeo
Excelente o vídeo “Uma nova era para a astrofísica”. E as explicações dos acadêmicos também, muito didáticas, compreensíveis a leigos como nós.

Lola Vita

***
Sua opinião é bem-vinda. As mensagens poderão ser resumidas por motivo de espaço e clareza. cartas@fapesp.br


Matérias relacionadas

EVOLUÇÃO
Regulação cardíaca de mamíferos é semelhante à da piramboia
PESQUISA BRASIL
Plantas carnívoras, emancipação feminina, e-Noé, depressão na universidade
CIÊNCIAS SOCIAIS
Fotos de Léo Ramos Chaves mostram a dinâmica comercial da Feira da...