Imprimir PDF

boas práticas

Coleção de irregularidades

A revista Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine, publicada pela editora Hindawi, anunciou a retratação de um artigo científico divulgado em 2010 sobre os efeitos de um extrato homeopático utilizado por pacientes com câncer. Uma sucessão de motivos lastreou a decisão. A primeira foi a descoberta de informação incongruente: o artigo informava que o protocolo do estudo clínico havia sido aprovado em 2001 por um comitê de ética de uma clínica privada num subúrbio de Calcutá, na Índia, mas registros subsequentes davam conta de que o comitê só foi efetivamente criado em 2008. Os editores solicitaram documentos que comprovassem a regularidade do protocolo e fizeram descobertas perturbadoras: o autor principal, Aradeep Chatterjee, havia sido preso em junho de 2017 por exercício ilegal da medicina –, não tinha a formação em homeopatia que alegava – assim como seu pai, o coautor Ashim Chatterjee, foi encarcerado em setembro. Ambos foram acusados de causar a morte de um paciente que tratavam. Outros três coautores foram procurados, mas a situação ficou ainda pior. Todos informaram que não sabiam da publicação do artigo nem haviam concordado com sua submissão.