TWAS

Mais cinco brasileiros na TWAS

Entre 55 pesquisadores eleitos neste ano para integrar a Academia de Ciências do Mundo em Desenvolvimento (TWAS), há cinco pesquisadores de instituições brasileiras. São eles: o biólogo molecular Carlos Menck, da Universidade de São Paulo (USP); o epidemiologista Cesar Victora, da Universidade Federal de Pelotas (UFPel); a engenheira-agrônoma Tsai Siu Mui, do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena) da USP; o matemático espanhol Lorenzo Díaz Casado, da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), e o físico Sylvio Canuto, da USP. Eles se unirão a 131 brasileiros já membros da TWAS.