Imprimir PDF

Fotolab

Círculos magnéticos

Tiras de luz do tipo LED, um ímã cilíndrico e um filme muito fino de ferrofluido (líquido composto por nanopartículas que respondem ao magnetismo). É a receita para esse efeito de difração em que as luzes coloridas formam círculos – ninguém sabe por quê. No processo de investigar o mistério, os físicos Adriana e Alberto Tufaile levaram a demonstração à Conferência Internacional sobre Magnetismo, que aconteceu em julho nos Estados Unidos. “Só vão os maiores especialistas da área, e eles nunca tinham visto o efeito”, conta ele.

Imagem enviada por Alberto Tufaile, professor da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH-USP).

Sua pesquisa rende fotos bonitas? Mande para imagempesquisa@fapesp.br. Seu trabalho poderá ser publicado na revista.