Imprimir PDF

Fotolab

Esplendor nas alturas

No alto das montanhas de Itatiaia (RJ), a mais de 2 mil metros do nível do mar, Buddleja speciosissima chama a atenção. Tanto que ganhou esse nome: speciosa, em latim, significa esplêndida, espetacular. Também atraiu o olhar do botânico Ruy Alves, explorador das alturas que não encontrou a espécie em nenhum outro lugar. Ele explica que o Brasil tem poucas montanhas altas, e quase ninguém vai ao cume. “Eu faço o contrário”, diz o pesquisador, que investiga essas zonas pelo mundo todo e percebeu que os mesmos princípios básicos da ecologia regem os ecossistemas de altitude em diferentes continentes.

Imagem enviada por Ruy José Válka Alves, professor e curador do herbário do Museu Nacional da UFRJ

Sua pesquisa rende fotos bonitas? Mande para imagempesquisa@fapesp.br. Seu trabalho poderá ser publicado na revista.