Imprimir PDF

Nobel de Física

Medalha de Richard Feynman é leiloada

Em 1965, o físico teórico norte-americano Richard Feynman, que neste ano completaria 100 anos, foi agraciado com o prêmio Nobel de Física por suas contribuições para a compreensão da versão quântica do eletromagnetismo, que teve profundas implicações na física de partículas. Além do prêmio em dinheiro, dividido com o japonês Shin-Itiro Tomonaga e o norte-americano Julian Schwinger, Feynman ganhou uma medalha de 182,5 gramas de ouro 23 quilates. Essa mesma medalha, mais de meio século depois, foi leiloada em Nova York, nos Estados Unidos. Um colecionador anônimo a arrematou por US$ 975 mil, juntamente com uma coleção de manuscritos do cientista e sua biblioteca pessoal de pesquisa. A medalha era apenas um dos itens que compunham o leilão História da Ciência e Tecnologia, realizado pela casa Sotheby’s. Uma Bíblia assinada pelo físico alemão Albert Einstein também estava à venda, mas não foi arrematada. Ainda em novembro, um leilão realizado pela Christie’s, no Reino Unido, arrecadou US$ 2,3 milhões com a venda de objetos do físico teórico britânico Stephen Hawking, morto em março deste ano. Entre os itens leiloados, estava uma cadeira de rodas motorizada, arrematada por US$ 390 mil.

Republicar