Imprimir PDF

Jovens Pesquisadores

Programa em execução

Os 98 projetos aprovados na primeira avaliação de propostas encaminhadas (397, no total) para o Programa de Apoio a Jovens Pesquisadores em Centros Emergentes começam a ser desenvolvidos, enquanto a FAPESP inicia o julgamento das 70 propostas enviadas para a segunda etapa.

Em relação a áreas do conhecimento, as Ciências da Saúde tiveram o maior número de projetos aprovados, com um total de 20. Em Ciências Biológicas foram aprovados 17, nas Engenharias 13, nas Ciências Agrárias, 12, na Física 11, nas Ciências Humanas e Sociais, 10 e na Química, 9. Depois dessas, outras áreas aparecem com uma participação bem menor. Assim, em Matemática foram aprovados 3 projetos, enquanto Administração, Arquitetura e Urbanismo e Geociências tiveram, cada uma, apenas 1 projeto aprovado.

Em relação às instituições a que estão vinculados os jovens pesquisadores que tiveram projetos aprovados, 32 deles são da USP, 9 são da UNICAMP, 21 da UNESP, 9 de Institutos Estaduais de Pesquisa ligados a Secretarias do Governo do Estado de São Paulo, 15 de Instituições Federais e 7 de Instituições Particulares de ensino e pesquisa. Há, além desses, 5 pesquisadores sem vínculo com qualquer instituição que encaminharam seus projetos enquanto pessoas físicas. Para eles, de acordo com as regras do Programa, a FAPESP vai procurar instituições hospedeiras interessadas no desenvolvimento de projetos que passaram na avaliação por mérito.

Republish