Imprimir PDF

Geologia

FAPESP faz coleta de preços para compra de 115 mil livros

A FAPESP está coletando preços para realizar uma compra de livros, rara no país, pelo seu porte: são quase 115 mil livros técnico-científicos, destinados às Universidades e Institutos de Pesquisa do Estado de São Paulo. Do total dos títulos, cerca de 25 mil são nacionais e 95 mil estrangeiros. E justamente em razão do grande número de obras estrangeiras que a compra envolve, a Fundação, além de divulgá-la junto ao mercado livreiro, pediu a colaboração de cerca de 70 embaixadas, em Brasília, para que informem os possíveis interessados, em seus países, sobre a aquisição.

No que se refere ao mercado, foi enviada correspondência para cerca de 80 editoras e livrarias nacionais e estrangeiras, já cadastradas na Fundação porque haviam participado, em 1992, de uma outra coleta de preços para aquisição de 60 mil livros. Mas o processo é aberto e outras empresas interessadas no fornecimento das obras podem procurar a FAPESP. O critério que será considerado para seleção dos fornecedores é o de menor preço unitário. As empresas candidatas à venda de livros nacionais podem apresentar suas propostas até o dia 3 de maio próximo. A partir da assinatura do contrato, as vencedoras terão um prazo de 60 dias para entregar 50% das obras e mais 60 dias para entregar o restante.

No caso do fornecimento de obras estrangeiras, as propostas podem ser entregues até 3 de junho. Assinado o contrato, as empresas terão um prazo de 90 dias para entregar metade dos livros e mais 90 dias para entregar o restante. Num raio de 270 quilômetros a partir da sede da FAPESP, a entrega será feita diretamente, pelos fornecedores, às instituições a que se destinam os livros. Só para instituições que estejam mais distantes que isso há um esquema previsto de recepção na capital paulista.

Destinação de obras
Essa grande compra de livros faz parte do Programa Emergencial de Apoio à Recuperação e Modernização da Infra-Estrutura de Pesquisa do Sistema Estadual de Ciência e Tecnologia (módulo FAP-Livros). Em 1995, segundo ano de avaliação de projetos a serem apoiados no âmbito desse programa, foram encaminhados à FAPESP 249 propostas de aquisição de livros técnico-científicos, englobando 150.766 obras. Foram aprovadas 226 propostas, o que corresponde a 90,8% do número total, propiciando a compra de exatamente 114.441 livros, o que equivale a 75,9% do volume total pedido.

Os livros destinam-se, em ordem decrescente do número de títulos, à UNICAMP (30%), UNESP (24,1%), USP (24%), instituições federais de ensino e pesquisa instaladas no Estado (10%), instituições particulares de ensino e pesquisa (6,2%) e institutos de pesquisa vinculados ao governo do Estado de São Paulo (5,7%), conforme detalhamento da tabela nesta página.

Republish