Imprimir

Estratégias

Proficiência na língua oficial

A FAPESP insiste em que os candidatos a auxílios para qualquer atividade no exterior devem entregar à Fundação, juntamente com a solicitação apropriada a cada caso, o comprovante de proficiência na língua oficial do encontro ou atividade de que irá participar: Sem isso não haverá assinatura do contrato de concessão do auxílio .

Há uma única situação em que o documento é dispensado: quando o candidato estudou ou estagiou, por período superior a seis meses, num país onde o idioma em questão é de uso corrente. Vale lembrar que em relação ao inglês, idioma oficial mais comum de encontros científicos, os exames que a FAPESP aceita são o TOEFL e o ELTS.

Republicar