Imprimir PDF

SciELO

Acidentes de trânsito

Enfermagem

O objetivo do artigo Acidentes de trânsito: uma análise a partir da perspectiva das vítimas em Campinas, de Marcos Queiroz e Patricia Oliveira, pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), é abordar o problema dos acidentes de trânsito a partir da visão de 20 vítimas hospitalizadas na Enfermaria do Trauma do Hospital das Clínicas da Unicamp. Foram analisados dados obtidos por meio de entrevistas, características sociais do acidentado e as circunstâncias gerais do acidente. A pesquisa focalizou as representações sociais do acidentado sobre vários temas, tais como o hospital, as causas do acidente, o trânsito, o trabalho, o sistema de transporte coletivo e as perspectivas para o futuro. O roteiro das entrevistas limitou-se ao próprio acidente de trânsito e à crise pessoal proporcionada por ele. Ao serem perguntados sobre a causa principal do acidente, 11 entrevistados consideraram imperícia ou falha humana, seis falta de sorte e três “inveja ou mau-olhado de outras pessoas”. O estudo alerta que mudanças de atitudes em relação à segurança no trânsito implicam mudanças em outras áreas do comportamento, como o uso de bebida alcoólica e o consumo de drogas, especialmente entre adolescentes. “Há estudos indicando que 50% dos acidentes graves de trânsito se associam com o uso de drogas ou de álcool”, apontam os pesquisadores. A solução para o problema dos acidentes de trânsito requer a implementação de políticas públicas que levem em conta a dimensão cultural dos envolvidos e enfatizem programas de educação. “Seria necessário um conhecimento maior dos contextos socioculturais e psicológicos para o desenvolvimento de programas de capacitação, reabilitação e educação, que promovam um comportamento mais adequado no trânsito, tendo em vista as graves conseqüências dos acidentes e o alto custo social que eles representam.”

Psicologia e Sociedade – vol. 15 – nº 2 – Porto Alegre – jul./dez. 2003
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-71822003000200008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Republicar