Imprimir PDF

Mundo

Cremes resfriados sem energia externa

Um sistema de congelamento instantâneo permite que em poucos minutos, apenas com um processo de evaporação totalmente natural, um creme para uso cosmético aumente sua eficácia. Ao ser aplicado, o creme baixa a temperatura rapidamente, a uma taxa de 5°C por minuto. Dessa forma, os lipídios (moléculas orgânicas insolúveis em água), que são a principal matéria-prima dos produtos cosméticos, sofrem uma retração molecular, o que faz com que penetrem na pele de forma mais eficiente.

Assim que atinge os poros e se reaquece, o material volta à sua estrutura normal. O sistema utiliza uma cerâmica especial e um processo de evaporação a vácuo que absorve o calor do produto, resfriando-o rapidamente sempre que necessário. “Nós desenvolvemos um sistema de congelamento rápido e controlado, sem o uso de energia externa, no qual a temperatura cai 70 vezes mais rapidamente do que em uma geladeira comum”, relata Fadi Khairallah, fundador da Thermagen, empresa responsável pela descoberta que foi baseada em tecnologia desenvolvida pela Agência Espacial Européia (ESA).

A tecnologia foi testada durante o rali Paris-Dacar por pilotos da equipe Pescarolo, que puderam tomar líquidos à temperatura de 15°C no meio do deserto. Para controlar o processo de resfriamento, a equipe de pesquisadores da Thermagen usou o mesmo programa de simulação utilizado para calcular o funcionamento dos motores do foguete espacial francês Ariane. (ESA)

Republicar