Imprimir PDF

Brasil

O céu é o limite

Estudantes de escolas públicas ou particulares têm a oportunidade de operar remotamente telescópios e receber imagens digitais de planetas, aglomerados de estrelas e galáxias, que aparecem na tela do computador da escola imediatamente após a observação. O programa educacional Telescópios na Escola busca popularizar a astronomia disponibilizando uma rede de observatórios vinculados a seis instituições: o Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da Universidade de São Paulo (USP), o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), o Observatório do Valongo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e as universidades federais de Santa Catarina (UFSC) e do Rio Grande do Norte (UFRN). As observações começaram em setembro de 2005 e já beneficiaram dezenas de colégios. Para participar do programa, os estudantes devem primeiro navegar até a webpage de um dos telescópios de sua escolha, disponíveis na página www. telescopiosnaescola.pro.br O passo seguinte é escolher uma das atividades sugeridas e o dia de preferência entre as datas disponíveis. Por fim, é necessário preencher um formulário de solicitação e aguardar o contato por e-mail da equipe do telescópio, que enviará as instruções necessárias para realizar as observações.

Republicar