Imprimir PDF

biodiversidade brasileira

Exposição em Leipzig

Volker BittrichMelocactus fotografado na BahiaVolker Bittrich

A FAPESP e a Universidade de Leipzig, Alemanha, inauguraram em Leipzig a exposição Brazilian nature – Mystery and destiny (Natureza brasileira – Mistério e destino), que aborda o conhecimento sobre a biodiversidade brasileira. A mostra, que fica aberta ao público até o dia 15 de julho, tem como referência principal a Flora brasiliensis, obra do botânico alemão Carl Philipp von Martius (1794-1868), que mesmo 171 anos após ter seu primeiro volume publicado permanece como o mais completo levantamento da flora brasileira. Os 37 painéis da mostra foram concebidos com base nos dados de três projetos apoiados pela FAPESP. Um deles é o projeto Flora brasiliensis on-line e revisitada. A segunda parte remete ao projeto Flora fanerogâmica do estado de São Paulo, iniciado em 1993 com a participação de mais de 200 pesquisadores. A terceira aborda a biodiversidade de forma geral e está vinculada ao programa Biota-FAPESP, cujos resultados têm sido aplicados como instrumento de preservação ambiental no território paulista. Representantes dos três projetos auxiliaram na compilação do conteúdo da mostra, que já foi apresentada no Museu do Jardim Botânico de Berlim, em 2008, e na Haus der Wissenschaft, em Bremen, em 2009. Os painéis da exposição podem ser vistos, com legendas em português, inglês e alemão, aqui.

Republish