Imprimir PDF

Célula ganha escala

Célula ganha escala

Um passo importante para as células a combustível de óxido sólido, conhecidas pela sigla em inglês Sofc – equipamento que gera eletricidade a partir do hidrogênio sem deixar resíduos –, se tornarem um produto mais facilmente comercializável foi dado por pesquisadores da Escola de Engenharia e Ciências Aplicadas da Universidade Harvard e da empresa SiEnergy Systems. Eles conseguiram produzir um filme fino de óxidos formados por cerâmicas que quebram o hidrogênio e liberam os elétrons da molécula do gás para gerar eletricidade, com uma estrutura diferente, envolvida por telas metálicas com melhor aproveitamento da energia produzida, além de proporcionar um design mais compacto e com menor uso de minérios na confecção do equipamento. Com isso, acreditam os pesquisadores, as células Sofc podem ganhar escala de produção industrial e entrar no mercado mais facilmente com preços atraentes (Nature Nanotechnoloy, 3 de abril).
Republish