Imprimir PDF

Pergunte aos pesquisadores

Pergunte aos pesquisadores

Quando uma gota de água suja seca na pele, as bactérias que estavam dentro dela “andam” para outras partes do corpo? (Caru Marin, via facebook)

daniel buenoAs bactérias contidas em uma gota de água suja acabam aderindo à parte do corpo onde caíram. Por exemplo, se o respingo caído de uma marquise for no cotovelo, as bactérias não andarão até a mão. Além disso, é muito pouco usual uma única gota de água suja gerar problemas para a saúde. A pele é um ótimo sistema de defesa. Quando está íntegra, sem ferimentos ou cortes, uma gota suja não causa problema algum, as bactérias nem conseguem invadir o nosso organismo e morrem. Neste caso, higienizar a parte do corpo com água e sabão basta para evitar problemas à saúde. Em outras situações, como atravessar uma enxurrada ou um lugar alagado, as bactérias presentes na água podem causar infecção na própria pele ou em outras partes do corpo ao entrar no organismo por meio de um ferimento. A leptospirose é um exemplo. As bactérias, responsáveis pela doença e eliminadas pela urina de ratos, podem permanecer na água. Ao ter contato com essa água contaminada, ferimentos na pele podem facilitar a entrada de bactérias do gênero Leptospira no organismo. De uma maneira geral, mesmo nesses casos, uma pele íntegra costuma evitar doenças.

Reinaldo Salomão
Professor titular de infectologia do Departamento de Medicina da Escola Paulista de Medicina da Unifesp

Mande sua pergunta para o e-mail wikirevistapesquisa@fapesp.br pelo facebook ou pelo twitter @PesquisaFapesp

Republicar