Imprimir PDF

Pergunte aos pesquisadores

Pergunte aos pesquisadores

Como funcionam os hidratantes corporais? Jogar água na pele também ajuda a hidratar? (Claudia Chow, via e-mail)

daniel buenoOs hidratantes criam um “filme” sobre a pele evitando a perda de água da epiderme (camada externa) graças aos componentes bloqueadores como substâncias gordurosas ou silicone (oil free). Outra ação é umidificadora. Substâncias que atraem a água como glicerina e sorbitol mantêm a pele hidratada por mais tempo. Esse efeito pode ser reforçado quando a fórmula contém substâncias do fator de hidratação natural como a ureia e o lactato de amônio, que substituem ou reforçam esses componentes em falta. Já os cremes emolientes, além das duas ações, têm compostos oleosos e lipídicos não gordurosos que aumentam a adesão entre as células da camada córnea (a mais externa da epiderme). Com isso, evitam a descamação e a desidratação. Outros hidratantes podem conter nanocompostos. Sua eficácia é maior, pois as substâncias ativas nanoencapsuladas ficam mais estáveis, interagem mais com a pele e são liberadas gradativamente.

A água na pele hidrata por segundos, até secar. A exceção é a água termal. Esta tem maior concentração de minerais (íons como zinco e silicatos) do que a água comum. Esses íons participam da manutenção do conteúdo de água dentro e fora das células da pele, mantendo a hidratação.

Maria Vitória Lopes Badra Bentley
Universidade de São Paulo (USP)

Mande sua pergunta para o e-mail wikirevistapesquisa@fapesp.br, pelo facebook ou pelo twitter @PesquisaFapesp

Republish