Imprimir

Pesquisa Brasil

Bactérias em pterossauro

Confira três entrevistas relacionadas ao Nordeste: bactérias em pterossauro, açudes no Ceará e Serra da Borborema

Veiculado em 20 de julho de 2012

O fóssil de um pterossauro de 115 milhões de anos com vestígios de bactérias, encontrado em Nova Olinda, no Ceará, surpreendeu pesquisadores. De acordo com Felipe Pinheiro, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), a descoberta pode confirmar a hipótese de que bactérias contribuem para a preservação de fósseis. Saiba mais na reportagem As bactérias que comiam pterossauros.

Também nesta edição o engenheiro hidráulico José Carlos de Araújo, da Universidade Federal do Ceará (UFC), conta como a rede complexa de açudes no estado pode auxiliar no combate a enchentes e secas. E dois geofísicos da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) falam sobre sua teoria sobre a origem da Serra da Borborema, planalto que abrange os estados de Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Na programação musical, você ouve Siba e a Fuloresta, Luiz Gonzaga, Paralamas do Sucesso e Gonzaguinha.

Pesquisa Brasil vai ao ar pela Radio USP todas as sextas, às 13h, com apresentação de Celso Filho e Mariluce Moura.

[audio: http://revistapesquisa.fapesp.br/wp-content/uploads/2012/07/pgm-9-2.mp3|titles=pgm-9-2]

Baixar o MP3

Veja aqui o arquivo do Pesquisa Brasil

Republish