Imprimir PDF

Fotolab

Cores de um predador

Fotolab_parasita fotoOs biólogos ainda não sabem a razão da grande variedade de cores das planárias terrestres, parentes mais próximos das tênias do que das lesmas. Sabe-se que a maioria delas, que podem medir até 30 centímetros, é encontrada na mata atlântica, principalmente no solo, e tem hábitos noturnos que evitam a desidratação. As planárias são predadoras: se alimentam de minhocas, caramujos, tatu-bola e alguns tipos de ácaros, entre outros animais. De 2007 a 2014, o professor Fernando Carbayo e seus estudantes do Laboratório de Ecologia e Evolução da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH-USP) fizeram coletas nas matas do Espírito Santo até o Rio Grande do Sul com o objetivo de avançar nos estudos das espécies neotropicais, a maior parte desconhecida pela ciência.

Fotos enviadas por Fernando Carbayo e Júlio Pedroni, da EACH-USP.

Se você tiver uma imagem relacionada à sua pesquisa, envie para imagempesquisa@fapesp.br, com resolução de 300 dpi (15 cm de largura) ou com no mínimo 5 MB. Seu trabalho poderá ser selecionado pela revista.

Republicar