Imprimir PDF

Reconhecimento

Físico recebe a maior honraria nacional em C&T

Léo Ramos Chaves Bagnato, 700 artigos publicados sobre física básica e aplicada à saúdeLéo Ramos Chaves

Vanderlei Bagnato, do Instituto de Física de São Carlos (IFSC), da Universidade de São Paulo, é o vencedor do Prêmio Almirante Álvaro Alberto em 2019. Maior honraria em ciência e tecnologia no país, o prêmio é concedido anualmente pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, a Marinha e a Fundação Conrado Wessel (FCW). Graduado em física no IFSC e em engenharia de materiais na Universidade Federal de São Carlos, Bagnato, 60 anos, estudou propriedades ópticas de cristais inorgânicos no mestrado (1982), no IFSC, e o resfriamento e aprisionamento de átomos no doutorado (1987), no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), Estados Unidos. De volta ao Brasil, prosseguiu o trabalho com átomos frios e o condensado de Bose-Einstein. Mais tarde iniciou pesquisas com laser e diodos emissores de luz (LEDs) para auxiliar o diagnóstico e tratamento em odontologia e medicina. Bagnato publicou cerca de 700 artigos científicos e coordena o Centro de Pesquisa em Óptica e Fotônica (CePOF), apoiado pela FAPESP. Além de diploma e medalha, ele receberá R$ 200 mil, concedidos pela FCW.

Republicar