Imprimir PDF

Cartas | 280

Cartas | 280

Autonomia
Sobre a entrevista do reitor Marcelo Knobel (“O aprendizado da autonomia”, edição 279), de fato, todos deveriam saber da importância e do peso das universidades públicas no cotidiano da população. As pessoas não valorizam professores do ensino fundamental ou médio nem pesquisadores. Não sabem que não morrem com varíola ou apresentam poliomielite, ou que têm luz elétrica em casa e tantos outros benefícios porque houve quem estudasse esses assuntos. Há muito ainda a se divulgar sobre o trabalho de nossos pesquisadores em todas as áreas de conhecimento.

Lúcia Cruz

**
A universidade é a instituição que tem ensino, pesquisa e extensão de forma indissociável. Não havendo pesquisa, será centro universitário ou apenas faculdade. O que se quer é transformar as universidades em faculdades cuja única função é formar repetidores de técnicas sem capacidade para inovar ou criar. Para se ter ensino de qualidade é preciso desenvolver pesquisa, para que a pesquisa alimente o ensino e a extensão leve a pesquisa para a sociedade.

Bruno Abreu

***
Drauzio Varella
A entrevista com Drauzio Varella tem o que mais falta no meio científico: divulgação de qualidade para o público geral (“Palavra de médico”, edição 279). Sem sensacionalismo e clickbaits.

Hugo Legramandi 

**
Na reportagem “Para tirar o sal da água’’ (edição 279), a tecnologia pode ser uma alternativa para a carência que existe em parte do país. Para as plantas terem uma boa eficiência energética, uma alternativa seria acoplar algum tipo de fonte renovável, como a energia solar, e diminuir o gasto com energia.

José Higo da Silva

***
Vídeos
Aprendi a ouvir podcast quando estava no Japão, em 2017, com Naruhodo (“Podcasts ajudam a divulgar a ciência no Brasil”). Ouvia a língua portuguesa enquanto aprendia sobre ciência, com descontração e seriedade. É possível fazer um trabalho sério e divertido. Parabéns aos grupos de podcasts da ciência apresentados em Pesquisa FAPESP.

Helen Suzuki

**
Uma forma deliciosa de divulgar e saber mais sobre o universo das pesquisas, dos pesquisadores, identificando como a ciência está no nosso cotidiano e nós nem percebemos.

Simone Figueiredo

**
Há tantos anos acompanho fielmente o Naruhodo e o Alô, Ciência, podcasts que divulgam ciência de maneira fácil e com um toque de humor. Foi muito boa a sensação de vê-los pela primeira vez.

Tamires Oishi

***

Sua opinião é bem-vinda. As mensagens poderão ser resumidas por motivo de espaço e clareza.cartas@fapesp.br

Republish