Imprimir PDF

Arqueologia

O maior painel de arte rupestre de São Paulo

Imagens rupestres do painel de 80 metros encontrado em Ribeirão Bonito

Marília Perazzo

Em um trabalho de exploração iniciado em 2014, pesquisadores das universidades de São Paulo (USP), Federal do Paraná (UFPR) e Estadual de Campinas (Unicamp) descobriram um painel de arte rupestre de 80 metros de comprimento, em Ribeirão Bonito, no centro do estado de São Paulo. Astolfo Gomes de Mello Araújo, do Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo (USP) e coordenador da pesquisa, afirma que o painel é o maior já encontrado no estado. Nele, estão registradas gravuras que seguem o padrão de outros sítios arqueológicos da região, lembrando pegadas de pássaros – os chamados tridígitos. Também foram achadas pedras lascadas, ossos de animais e carvão. Em parceria com uma equipe do Centro Interdisciplinar de Tecnologias Interativas da Escola Politécnica da USP, os pesquisadores estão usando escaneamento a laser e outras técnicas de produção de imagens para criar modelos virtuais dos sítios encontrados. Em 2015 os pesquisadores haviam descoberto o sítio arqueológico mais antigo do estado, no município de Dourado, com objetos de mais de 12,5 mil anos.

Republicar