guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Alternativa genética

Alternativa genética

Jonathan Remis/JBEI

Bactéria produz óleo contendo combustívelJonathan Remis/JBEI

Um microrganismo alterado geneticamente por pesquisadores da Universidade da Califórnia, em Berkeley, e do Joint Bioenergy Institute (JBEI) do Departamento de Energia dos Estados Unidos mostrou-se capaz de produzir um avançado biocombustível diretamente de biomassa vegetal sem necessidade de nenhum tipo de tratamento ou modificação química. O micróbio em questão foi uma cepa da bactéria Escherichia coli, uma das mais comuns e mais antigas do planeta. Os cientistas americanos conseguiram incorporar no código genético das bactérias genes que lhes permitem sintetizar enzimas que processam a celulose transformando-a em açúcares e depois em combustível. O biocombustível semelhante aos produzidos com petróleo é excretado pelas bactérias, migrando para a superfície do recipiente onde ocorre o processo, sem que seja preciso recorrer à destilação ou a qualquer outro meio de purificação – o que constitui uma grande vantagem tecnológica e pode significar redução de custos quando o processo passar para escala industrial. Por esse método é possível produzir vários tipos de combustíveis como componentes da gasolina de aviação e do diesel, mas ainda é impossível fabricar gasolina automotiva. Os resultados da pesquisa foram publicados na edição de 28 de janeiro da revista Nature.

Republicar