Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Brasil

Fôlego para o foguete

O programa espacial brasileiro lançará um foguete nacional até 2006 – três anos após a explosão do protótipo que matou 21 pessoas no Centro de Lançamento de Alcântara, no Maranhão. O compromisso foi assumido pelo governo federal na posse ao novo presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), o engenheiro Sergio Gaudenzi, que substitui Luiz Bevilacqua. O Congresso Nacional aprovou no dia 13 de junho um crédito especial de R$ 36 milhões para o programa.

O desenvolvimento do veículo lançador de satélites receberá R$ 11,7 milhões desse montante. A reconstrução da torre móvel de integração do Centro de Lançamento levará R$ 5 milhões e a parceria com a Ucrânia para o lançamento do foguete Ciclone-4 ficará com R$ 15 milhões.

Republicar