Imprimir PDF

Brasil

Corais nascidos em laboratório

Biólogos do Museu Nacional e oceanógrafos da Universidade Federal de Pernambuco estão comemorando. No início de outubro viram que deu certo a fecundação em laboratório de uma das espécies de coral-cérebro, exclusiva do litoral brasileiro, a Mussismilia harttii.

É a primeira vez que se consegue reproduzir essa espécie de coral, que apresenta fecundação externa. OM. harttii libera suas células reprodutivas masculinas (espermatozóides) e femininas (ovócitos) na água. Só após chegarem à superfície os espermatozóides fecundam os ovócitos e geram os embriões, que nadam por dias e se transformam em larvas antes de se fixarem nas rochas. Integrantes do projeto Coral Vivo, que planeja o repovoamento dos recifes de corais brasileiros, os pesquisadores do Museu Nacional já haviam conseguido reproduzir o coral-cérebro-pequeno (Favia gravida), de fecundação interna.

Republicar