guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Medicina

Alergia à penicilina

O teste cutâneo para alergia imediata à penicilina é o único teste validado internacionalmente, sendo que sua grande utilidade reside na avaliação de pacientes com história positiva de alergia à penicilina. O teste positivo para determinantes principais e secundários da penicilina apresenta um valor preditivo positivo de 50% e valor preditivo negativo de 99%. O Ministério da Saúde disponibiliza um protocolo para o preparo dos reagentes, uma vez que eles não estão disponíveis comercialmente. Como esse protocolo não apresenta muitos detalhes sobre o cuidado relativo às etapas de preparo das soluções, os autores do artigo “Implementation of a penicillin allergy skin test” se propuseram a operacionalizar o teste, avaliando de forma crítica e minuciosa cada etapa, de forma que outros profissionais possam reprodu-zi-lo de maneira mais segura e eficaz. Os autores são Aparecida Tiemi Nagao-Dias, Ana Carla Pereira, Michelly Freitas e Silva e Janete Elisa Soares Lima, da Universidade Federal do Ceará, Eugenie Desiree Rabelo Néri e José Wilson Accioly, do Hospital Universitário Walter Cantídio.

Brazilian Journal of Pharmaceutical Sciences – vol. 45 – nº 3 – São Paulo – jul./set. 2009

Link para o artigo

Republicar